domingo, 17 de janeiro de 2010

quando o o modo automático “trata de tudo”…!


Ontem, enquanto decorria uma “vernissage”, a minha atenção despertada pelos “disparos” ininterruptos provenientes de telemóveis e máquinas digitais compactas levou-me a “divagar/analisar” o momento….
No século XIX a fotografia democratizou a arte, no século XX popularizou-se como arte. No XXI… o “banalizar do digital compacto” irá ser responsável pelo “embrutecer do registo”?
A “fotografia” ou o “desenho com luz” consiste essencialmente numa combinação de técnica e observação visual.
O modo como a luz pode ser manipulada para criar imagens, os conhecimentos técnicos já não são necessários, o modo automático “trata de tudo”…!

4 comentários:

Manuela Viola disse...

Peço desculpa de não concordar consigo a 100%. O automático trata de muita coisa, mas não de tudo.

Pequete disse...

Mesmo no modo automático, há escolhas a fazer por parte do fotógrafo: o ângulo, a iluminação, o enquadramento, entre outros. Já vi fotografias tiradas com um telemóvel por um fotógrafo profissional, que me deixaram perfeitamente abismada. O mesmo telemóvel, nas minhas mãos, ou nas de outro amador qualquer,daria resultados completamente diferentes.

arabica disse...

O conhecimento técnico, a criatividade e a sensibilidade, serão sempre insubstítuiveis a meu ver. Um abraço.

João Soares disse...

Olá Alexandre
Escreva mais. Tem bons textos, pena com tão baixa frequência.
Um abraço ecológico