terça-feira, 3 de novembro de 2009

Qual vai ser o assunto? Não sei, a vida.


Embora há já muito que o soubesse, nunca é tarde para o relembrar: só no dicionário é que sucesso aparece antes de trabalho…!
Igualmente sei que esta linearidade ou verdades de la Palice… não se aplica a todos…digamos que devem andar por aí muitos dicionários ou com gralhas ou com cadernos mal intercalados….!
Embora, inclusive tenha no meu quintal trevos de 4 folhas (os 4 elementos da natureza: Ar, Fogo, Terra e Água) …nem mesmo assim a sorte me bafeja.
Assim, por estas e por outras e dado o meu dicionário ter as páginas todas e bem “ordenadas” ….só me resta um caminho: arregaçar as mangas e…começar por “acabar” esta “maldita” tese que me tem “pelos cabelos”.
Bem….ela também não é assim tão peste…eu, convínhamos, na verdade, não lhe tenho dado grande atenção… acho, e pelo que tenho ouvido, de que nestas alturas somos pródigos em arranjar desculpas (para não fazer…) e igualmente pródigos em arranjar outras tantas desculpas... por não se ter feito…!
Talvez nunca percamos nada, talvez apenas troquemos umas coisas por outras.
Talvez eu me culpabilize excessivamente, acredito que sim, a sensação de ter errado a vida sempre me surgiu desde que me conheço. Há alturas em que me sinto só, é evidente, e preferia não estar, mas... é
estúpido dizer isto, porque no fundo, sinto-me tão acompanhado!!!
…só estou a dizer banalidades. Está na hora de terminar esta conversa.

1 comentário:

Arabica disse...

Alexandre,

é sempre um prazer ler-te.´
Às vezes fazes-me sorrir:
pensamentos e exercicios de reflexão como "errar a vida",
são de uma "banalidade" tão profunda...

Beijinhos, boa semana...