domingo, 18 de outubro de 2009

… um marco de afectos….!


Ao procurar o melhor enquadramento de registo para com esta “peça”, inicialmente o pensamento ia-se encaminhando para os readymade do Duchamp…depois, no seguimento dos meus intermináveis monólogos interiores…, inclinava-me para um certo cunho de vanguardismo de arte pública (efémera ou não)…, abordando o tema noutras perspectivas, debatendo/confrontando as intermináveis questões académicas, neste monobloco possibilitando uma liberdade de expressão, vou-me ficando pelo prazer que deve ter o (a) carteiro (carteira) ao aqui colocar correspondência.

Ou não fosse este marco pela sua linguagem individual, pela carga simbólica de que é portador, um marco de afectos….!


Ps. de tão interessante a “peça” a sua localização: em direcção a Vila Nova logo a seguir ao cruzamento para o S. Jorge.

Sem comentários: