terça-feira, 8 de setembro de 2009

…nos intervalos da ilusão!


A figura mais admirável é aquela que, pelas suas acções, melhor expressa a paixão que a anima.

Sem comentários: