domingo, 1 de fevereiro de 2009

Elementar…


Por vezes deparo-me com questões que à priori parecem complexas…
Já esquecido das horas passadas, também, no estúdio de revelação do p/b, à pergunta anteriormente formulada, rapidamente lhe encontrei a resposta.
Os brancos, seguindo a técnica da aguarela, “abrem-se” aproveitando o branco do papel.
Claro que esta, em parte, pode ser, a teoria.
Ps. Nada melhor que perder a preguiça e experimentar.

3 comentários:

Pequete disse...

É isso mesmo, um pouco como nas aguarelas, há que reservar os brancos e deixá-los sem tocar - só que neste caso são muitos!
E ânimo, que ao que parece, ainda vem aí mais neve, portanto mais oportunidades para desenhar e pintar a neve.

Manuela Viola disse...

Porque não experimentar?
Bjo.

Carmo disse...

De que vale escrever se não sei pintar as palavras?
De que vale escrever se não sei cantar se não sei cantar essas mesmas palavras?
As minhas mãos ao contrário das dos artistas,~são pequenas e os meus dedos curtos e pouco destros.
Apenas escrevo, emoções, ilusões, retalhos do quotidiano, pedaços de vida esperando que os dedos cresçam, que a voz se solte
Obg por me ter respondido.