quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

A arte de pensar em imagens


O mundo é um objecto simbólico?


Todos nós temos uma “terrível” necessidade de reflectir.

Se em tudo há ou pode haver uma função simbólica, uma tensão comunicante, é na ideia do mundo como labirinto que a analogia se fundamenta entre dois planos da realidade:
Ao procurar o sentido autêntico a névoa poderá simbolizar o indeterminado, remetendo a ponte que liga o sensível e o suprassensível, na coerência e obedecendo a categorias como são o espaço e o tempo, para a mudança ou o desejo de mudança.

Mas o fascínio do símbolo actua, onde quer que a imagem se encontre.

17 comentários:

espaço história & arte disse...

«A coisa significada autentifica o signo»
M. Yoursenar in Obra ao Negro

é com estas particularidades risíveis que nos entretemos... manias da especie!! que vão trazendo alguma poesia!

beij

un dress disse...

a névoa é um ponto

de

interrogação



?




:)beijO

deep disse...

O mundo, os seres e os objectos que o povoam adquirem o estatuto de símbolo porque vistos por diferentes olhos que lhes conferem um estatuto de relatividade.

Bom resto de semana. Beijinhos

Um Momento disse...

É muito bom vir até aqui...
Deixas-me sempre a reflectir
Grata

Deixo um beijo:)

(*)

vermella disse...

Onde eu vivo hai neboa moitas veces,cando me ergo pola maña e miro pola ventá si está a neboa non vexo so imaxino,misturo realidade e ficción para ver con outros ollos.
beijinho.

isabel mendes ferreira disse...

fascinada!!!!!!!!!!!!!!



por este "pensamento" fotográfico...


.arte.



____________


beijo.


.
.

Alice Matos disse...

E a imagem é linda e cheia de simbolismos... nevoeiro... ponte...

Um beijo deixo por aqui...

Gi disse...

a ponte como passagem , a névoa o desconhecido, o misterioso. A dúvida permanece, talvez seja isso mesmo que lhe confere o fascínio. O depois. esse desconhecido.

Um beijinho

Pequete disse...

Eu, que não sou nada dada a simbologias (nem a poesia, para dizer a verdade, cof, cof), uma coisa posso dizer sem margem para dúvidas: a fotografia é lindíssima.

isabel mendes ferreira disse...

:)


nunca se conhece nada nem ninguém...

não será?

eu vou conhecendo os caminhos destas imagens...

com arte.


que o tempo re.pensa.



__________
beijo.

Betty Branco Martins disse...

Alexandre





______________cheguei!!!
agora é só_____um olÁ:)



e_________de todo coração__________




agradecer____________a visita na minha ausência


____________voltarei mais tarde
para ler e_____________comentar





beijOs com carinhO

Um Momento disse...

Aqui passei...
Um beijo soprei...

(*)

Ana Ramon disse...

Hoje esteve uma manhã de nevoeiro dissimulando as formas e contornos do que me rodeia. Conseguir ter um olhar diferente e poder recriar o meu espaço, o meu mundo, é um exercíco para o qual estou sempre disponível.
Um beijinho grande

isabel mendes ferreira disse...

obrigada.




bjjo.

Gi disse...

Vim levantar a ponta do nevoeiro e ver se estava mais alguma coisa publicada debaixo do seu manto. Se está, é invisível. Pelo menos aos olhos :)


Um beijinho, bom fim de semana

~pi disse...

véus de palidez...

ivone disse...

tudo é sim__bólico


se assim o quisermos