quinta-feira, 20 de setembro de 2007

e porque amanhã é outono...


Tarde pintada
Por não sei que pintor.
Nunca vi tanta cor
Tão colorida!
Se é de morte ou de vida,
Não é comigo.
Eu, simplesmente, digo
Que há tanta fantasia
Neste dia,
Que o mundo me parece
Vestido por ciganas adivinhas,
E que gosto de o ver, e me apetece
Ter folhas, como as vinhas.


Miguel Torga, Antologia Poética

9 comentários:

Gi disse...

Vim agradecer e retribuir a visita. Sou recebida com Torga, que mais desejar? Um bom fim de semana ao dono do espaço?

Um beijinho

Dulce disse...

Tão bem descrito .. este Outono que se avizinha.
Beijos

Alexandra disse...

Olá alexandre,

não me lembrava que amanhã começava o Outono. Que importa? Fiquei a sabê-lo de forma verdadeiramente bela!

Beijinho

Alexandra

Ana disse...

Obrigada pela visita :)
O Outono...é dessas cores e cheiro da terra o que eu sinto mais saudades.

De Amor e de Terra disse...

O incomparável Torga, como eu da Terra, que sabe apreciar e descrever as coisas que a Ela se prendem.

Bj

Maria Mamede

Alexandra disse...

E porque o "amanhã" já é ontem... um Bom Fim de Semana!!

Bjs

Ema Norte disse...

E porque o Outono é sereno...

Bom fim-de-semana.Beijos.

ana maria disse...

Bem haja pelo comentário simpático na "pausa..."!
Também gostei de passar por este canto deste conto vivido, especialmente por dar logo com Torga!
Bom Outono!

ana maria disse...

O mérito é todo do "Mimo" Marceau e do Youtube videos...mas obrigada!