sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Flores voadoras ou Jóias verdadeiras?




Cada vez mais procuro o refúgio na solidão dos meus passeios muito matinais.
Ela, a natureza, dá-nos uma infinidade de sugestões.
Cores dos sonhos?
Primeira lição, versão ao vivo:
O reino animal, o mundo das plantas, a mineralogia, a composição a que se chama paisagem, tudo isto dá motivos para pensar e ser grato a cada instante.
Há, porém uma que está acima de todas estas realidades cromáticas – borboletas. Obra da natureza tão extraordinária e com tão invulgar jogos de cores, modelos de desenhos compostos por padrões altamente elaborados e fascinantes - flores voadoras ou jóias voadoras?

Ps. Confesso que sou suspeito – é lá que me sinto bem. Basta fechar os olhos, sentir… não há doutrinas nem heresias, apenas a forma criadora.

Ps2. tudo isto está muito bem e, contudo, falta-me qualquer “coisa”!


ps3. e como dizia o chico buarque: o que será que será...

23 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

A natureza tem todas as perguntas e todas as respostas. A questão é nós conseguirmos ouvi-las! Gostei de conhecer este cantinho transmontano (estudei em trás-os-montes e de vez em quando tenho saudades)

Obrigada pela visita na manta!

Hindy disse...

Obrigada pela visita!

Um beijinho hindyado

Jardineira aprendiz disse...

Deambulando pelo blog deixei um comentário lá atrás, algures, a explicar como se coloca a foto no perfil.

De Amor e de Terra disse...

Bom dia Alexandre!
O sol hoje rompe com dificuldade, (pelo menos aqui prós meus lados) e a alva demora um pouco mais...
daqui a pouco essas nossas Amigas,
tão diáfanas como sonhos e como eles de curta duração, iniciarão os seus bailados à volta das flores.
Que beleza deslumbrante o romper da Manhã! que vigor assombroso me enche o corpo e o espírito!
Nascer do dia, para mim é isso!!!
Vigor e Luz; força remoçada a cada dia, mesmo quando a velhice se agiganta...

Obrigada pela partilha destas belezas e dos pensamentos.
Bj
Maria Mamede

Maria P. disse...

Também gosto dos passeios matinais...

Bom sábado*

alexandre inácio disse...

De Alexandre para Alexandre:

- Também eu me passeio por bosques e prados.
- Também eu me refugio na matinal solidão.
- Também eu me consagro no ateísmo da natureza.
- Também eu me deleito na estética das cores.
- Também eu sinto a falta de qualquer "coisa".

- O que nos faz falta, Alexandre, não é a observação, é a auto-observação.


P.S.: invejo (conscientemente) o lugar onde vives.

Manuela Viola disse...

Uma força da natureza, estas belezas que são as borboletas. Ainda bem que são suas amigas, pois assin posso admirá-las. Comigo as "malandras" não querem nada.
Pois tenho andado por este País: Serra da Estrela, Sta. Cruz, Aentejo, etc... Em Setembro espero ir para os seus lados.
Um bjo.

Alexandra disse...

Olá Alexandre,

deambulando de blog em blog vim parar ao seu onde vi palavras e ideias fabulosas. Gostei muito e voltarei.

Quanto ao Ps2. apesar de tudo o que possamos ter, falta-nos sp qualquer "coisa"...

Até mais!

Alexandra

Lis disse...

Nunca nada é perfeito, nem a borboleta na sua breve vida.

AnaG. disse...

Agradeço a visita.

Gostei do que encontrei e gosto de borboletas.

Beijitos

isabel disse...

obrigada pela visita.

borboletas.
zebras.

Ligeia disse...

Las flores son maravillosas en ellas se ven las mariposas con lindos trajes...

vermella disse...

Pasear e descubri-la natureza fai que nos atopemos connosco,ter a sorte de ver bolboretas pensar en cores...
obrigada pola túa visita,eu tamén voltareí.!!

Dulce disse...

Adoro estas tuas fotografias. Não sei porquê, à minha frente as borboletas não param ... :-) discretas hem !!
Beijos

Bichito de luz disse...

Preciosas fotos, lindas palabras, gracias por tu visita

JRL disse...

Olá Alexandre,
De tanto querer saber, há-de acontecer... :) Um beijinho

SILÊNCIO CULPADO disse...

Simplesmente encantador este cantinho. Aqui mora uma alma sensível, apaixonada e contemplativa. Uma alma com quem apetece partilhar um pôr-do-sol.

alexandrecastro disse...

olá silêncio culpado. obrigado pelas queridas palavras. quanto ao por do sol...ela lá está com toda a sua beleza e mistério e eu cá estou no meio da minha solidão, quem sabe "eternamente esperando a cinderela....!

Ema Norte disse...

O que será...

Boa tarde.

Whispers disse...

ola!
vim conhecer teu blog, adorei

no silencio por vezes encontramos a paz que precisamos..
te deixo mil beijos de
Whispers

MiguelGomes disse...

Procuramos noutros locais aquilo que temos em nós... Não buscamos peças para o nosso puzzle, mas sim um puzzle para a nossa peça.

A propósito, saudações para essa terra maravilhosa.

Fica bem,
Miguel

Tchivinguiro: onde nasci. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Linda mariposa, em pose bem captada.