quarta-feira, 23 de maio de 2007

Como a compreendo...


As coisas boas esquecem. As más é que não. É que só elas deixam cicatrizes.

M.V., já agora, ter coragem é vencer o medo, não o sentir é inconsciência…

1 comentário:

Manuela Viola disse...

Pois, eu procuro fazer o contrário: Esquecer as más e recordar apenas as boas. Aprendi a "rir-me" das coisas más que me aconteceram na vida. E quem me conhece sabe bem que isto é verdade. E acredito ser muito mais feliz assim do que se fizesse o contrário.