quarta-feira, 11 de abril de 2007

Lá fora a vida continua! Vou até lá.


Estes dias de “descanso” foram aproveitados para arrumar a “casa”!
Das muitas conversas que fui tendo, uma houve que me tocou particularmente.
É certo que logo à partida o meu interlocutor tinha um grande “poder” sobre mim…!
Por muitas voltas que dê, continuo a gostar de ouvir os conselhos do Torga e do Pessoa
Este último, e como de costume - depois de muitos desabafos, pois agora mais não faço do que andar a lamentar-me pelos cantos…, confrontado com o meu chorrilho de “desgraças”, qual epitáfio disse-me:

Sê inteiro. Serei. Sê todo em cada coisa. Serei
Põe quanto és no mínimo que fazes. Porei
Nada teu exagera ou exclui. Nada excluirei
A lua toda brilha porque alta vive. Brilhará.

Lá fora a vida continua! Vou até lá.

Sem comentários: